Arquivo da tag: Terapia

  1. Vitamina D: primeiro estudo randomizado e controlado

    Deixe um comentário

    dezembro 15, 2016 por davidepompermaier

    Publicado originalmente em: http://essentia.com.br/ “No estudo, a suplementação de vitamina D, dentre suas várias escalas de análise utilizadas, revelou significantes efeitos …
    Continue lendo

  2. Psicomotricidade

    Deixe um comentário

    setembro 16, 2016 por davidepompermaier

    O QUE É PSICOMOTRICIDADE Segundo a Associação Brasileira de Psicomotricidade é um termo empregado para uma concepção de movimento organizado e …
    Continue lendo

  3. Tenho um filho Autista, e agora?

    Deixe um comentário

    setembro 16, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no blog: santadecasafazmilagre.blogspot.com.br Se você acabou de receber um diagnóstico de autismo para seu filho, você vai ter uma das …
    Continue lendo

  4. Autismo e Integração sensorial

    Deixe um comentário

    setembro 16, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site www.indianopolis.com.br em 15 de dezembro de 2015 Integração Sensorial é a habilidade em organizar, interpretar sensações e responder …
    Continue lendo

  5. O autismo e a nutrição

    Deixe um comentário

    setembro 11, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site amaoeste.com.br em 10 de outubro de 2015 Por: Maria Rosa Etcheverry Centeno Rodrigues Surpresa é sentimento que vejo na …
    Continue lendo

  6. Autismo medicalizado: a batalha continua

    Deixe um comentário

    setembro 4, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site www.ebp.org.br, por Fátima Sarmento Sabemos que, em alguns casos, a medicação pode fazer-se necessária, mas o que se …
    Continue lendo

  7. O que o professor precisa saber sobre Autismo

    Deixe um comentário

    setembro 4, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site  www.reab.me, por Ana Leite, em 29 de março de 2016 Sim, muitos professores já sabem, mas também …
    Continue lendo

Transtorno e sintoma

A noção de transtorno é o que unifica o campo das terapias cognitivo-comportamentais.

Etimologicamente, transtorno significa tanto situação imprevista e desfavorável como situação que causa incômodo para alguém.

Só resta saber quem é o incomodado, se o terapeuta cognitivo-comportamental ou se o sujeito que é submetido ao seu tratamento.

O verbo transtornar, por sua vez, significa tanto modificar a ordem, pôr outra ordem em funcionamento, quanto provocar desordem.

Em inglês, que é o idioma oficial dessa prática, também é evocado o sentido de desordem: disorder.

Em francês, por sua vez, tem uma conotação interessante: trouble tem o sentido de uma perturbação política.

Mas podemos considerar que todas essas acepções de transtorno, quando tomadas por práticas que se julgam objetivas e que pretendem estabelecer jurisdição sobre as práticas, pressupõem três aspectos:

1. O transtorno é uma perturbação da ordem a ser seguida;

2. Se há uma ordem a ser seguida, há a necessidade de adaptar-se a essa ordem;

3. O transtornado é alguém que sofre de um déficit de competências em relação aos outros sujeitos que se adaptaram a essa ordem.

Retomamos aqui a questão que colocamos no início: quem é mais afetado pela desordem, o paciente ou o terapeuta?

TRANSTORNO, SINTOMA E DIREÇÃO DO TRATAMENTO PARA O AUTISMO

Roberto Calazans

Clara Rodrigues Martins