Arquivo da tag: Bactérias

  1. Como a Disbiose intestinal afeta sua vida e como tratá-la

    Deixe um comentário

    setembro 30, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site: http://www.robertofrancodoamaral.com.br/ por Dr. Roberto Franco do Amaral Neto em 09/22/2014 A alimentação pode ser considerada como um dos …
    Continue lendo

  2. A Conexão Intestino – Cérebro

    Deixe um comentário

    setembro 30, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no site: http://www.medicinadoestilodevida.com.br 04/06/2014 Por Dr. Alexandre Feldman · (Última Atualização: 08/11/2014) A Íntima Relação entre Intestino, Comportamento, Mente e …
    Continue lendo

  3. O que é a dieta “GAPS” para autistas?

    Deixe um comentário

    setembro 2, 2016 por davidepompermaier

    Publicado no blog: http://pat.feldman.com.br/ by PAT FELDMAN on 01/12/2008 Hoje em dia problemas como autismo, síndrome do déficit de atenção, dispraxia, …
    Continue lendo

  4. Entrevista do Dr. Sidney Finegold, autoridade mundial em biologia de bactérias anaeróbicas

    Deixe um comentário

    agosto 28, 2016 por davidepompermaier

    Com mais de 60 anos de carreira, sua reputação é reconhecida mundialmente. Professor emérito de medicina, microbiologia, imunologia e genética …
    Continue lendo

Transtorno e sintoma

A noção de transtorno é o que unifica o campo das terapias cognitivo-comportamentais.

Etimologicamente, transtorno significa tanto situação imprevista e desfavorável como situação que causa incômodo para alguém.

Só resta saber quem é o incomodado, se o terapeuta cognitivo-comportamental ou se o sujeito que é submetido ao seu tratamento.

O verbo transtornar, por sua vez, significa tanto modificar a ordem, pôr outra ordem em funcionamento, quanto provocar desordem.

Em inglês, que é o idioma oficial dessa prática, também é evocado o sentido de desordem: disorder.

Em francês, por sua vez, tem uma conotação interessante: trouble tem o sentido de uma perturbação política.

Mas podemos considerar que todas essas acepções de transtorno, quando tomadas por práticas que se julgam objetivas e que pretendem estabelecer jurisdição sobre as práticas, pressupõem três aspectos:

1. O transtorno é uma perturbação da ordem a ser seguida;

2. Se há uma ordem a ser seguida, há a necessidade de adaptar-se a essa ordem;

3. O transtornado é alguém que sofre de um déficit de competências em relação aos outros sujeitos que se adaptaram a essa ordem.

Retomamos aqui a questão que colocamos no início: quem é mais afetado pela desordem, o paciente ou o terapeuta?

TRANSTORNO, SINTOMA E DIREÇÃO DO TRATAMENTO PARA O AUTISMO

Roberto Calazans

Clara Rodrigues Martins