Autismo em videos

Deixe um comentário

setembro 2, 2016 por davidepompermaier

O AutismoEmVideos concentra vídeos selecionados sobre o autismo.

Como vocês vêem o autismo?

Em nossa visão, o autismo é uma espécie de condição em que o ser procura manter uma certa distância do mundo em que habita. Esta distância pode ser tão grande que seu subconsciente provoca até a ausência de dor física

Quais vídeos fazem parte do acervo?

Selecionamos vídeos em diferentes categorias, que abordam o autismo. Também selecionamos alguns vídeos e trechos de vídeos que mostram uma visão espiritualista do ser.

Como assistir estes vídeos pode ajudar?

Conhecer a experiência de outras pessoas amplia o leque de possibilidades presentes nestas situações.

Existe alguma forma para assistir estes vídeos?

Nós estamos preparando uma página com dicas para assistir os vídeos. Cadastre-se (ao lado) e você será informado destas novidades.

Posso recomendar vídeos?

Sim. Você pode usar a página Recomende um Vídeo para recomendar novos vídeos.

Existem outros vídeos que sejam interessantes e que não estão no site?

Sim. Temos um projeto chamado Vídeos que Curam que está sendo estruturado. Ele contém vídeos com o propósito de cura.

A presença de certos vídeos representa uma opinião ou linha de pensamento?

Não. Vocês encontrarão no site vídeos de diferentes cores e opiniões. Sabemos, por exemplo, que os vídeos da categoria Espritualidade são de grande auxílio, mas mesmo estes não representam nossa visão sobre a questão.

http://autismoemvideos.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Transtorno e sintoma

A noção de transtorno é o que unifica o campo das terapias cognitivo-comportamentais.

Etimologicamente, transtorno significa tanto situação imprevista e desfavorável como situação que causa incômodo para alguém.

Só resta saber quem é o incomodado, se o terapeuta cognitivo-comportamental ou se o sujeito que é submetido ao seu tratamento.

O verbo transtornar, por sua vez, significa tanto modificar a ordem, pôr outra ordem em funcionamento, quanto provocar desordem.

Em inglês, que é o idioma oficial dessa prática, também é evocado o sentido de desordem: disorder.

Em francês, por sua vez, tem uma conotação interessante: trouble tem o sentido de uma perturbação política.

Mas podemos considerar que todas essas acepções de transtorno, quando tomadas por práticas que se julgam objetivas e que pretendem estabelecer jurisdição sobre as práticas, pressupõem três aspectos:

1. O transtorno é uma perturbação da ordem a ser seguida;

2. Se há uma ordem a ser seguida, há a necessidade de adaptar-se a essa ordem;

3. O transtornado é alguém que sofre de um déficit de competências em relação aos outros sujeitos que se adaptaram a essa ordem.

Retomamos aqui a questão que colocamos no início: quem é mais afetado pela desordem, o paciente ou o terapeuta?

TRANSTORNO, SINTOMA E DIREÇÃO DO TRATAMENTO PARA O AUTISMO

Roberto Calazans

Clara Rodrigues Martins

%d blogueiros gostam disto: